Notícias da Web

Morre Dona Irene, criadora da famosa Caldeirada de Itapissuma

 

Eudes Pereira

 

Dona Irene da Caldeirada, a mulher que tornou Itapissuma conhecida nacional e internacionalmente faleceu, no dia 04 deste mês, aos 90 anos. Criadora da conhecida iguaria a base de frutos do mar, ela já havia passado o bastão para os filhos há alguns anos, por conta da idade avançada.

Em entrevista ao Jornal do Grande Recife, concedida há alguns anos, ela afirmou que o prato que a tornou famosa nasceu por acaso, nos anos de 1980. “Numa tarde, um grupo de turistas estava a procura do que comer. Já tínhamos encerrado o almoço. Aí tive a ideia de pegar todos os ingredientes que sobraram o misturar tudo com molho de coco. Pronto. Estava criada a caldeirada”, lembrou. De lá pra cá, o prato tornou-se uma referência para o Brasil e para o mundo. “Jornalistas da Europa e dos Estados Unidos já vieram aqui em Itapissuma fazer reportagem sobre a caldeirada”, afirmou ela durante a entrevista.

Por conta do falecimento de Dona Irene, o prefeito José de irmã Têca decretou luto oficial de três dias no município. “Dona Irene foi um exemplo de cidadã, mãe e munícipe que se eternizou em nossa história através de sua culinária famosa. Itapissuma chora a sua perda, mas reconhece com emoção a ilustre cidadã que engrandeceu sua terra”, disse o prefeito.



COLUNAS


OPINIÃO