Notícias da Web

NOSSO PLANETA

Genilse Gonçalves

 

Maio de 2017

 

O Rico Bioma Caatinga

 

A Caatinga é um bioma exclusivamente brasileiro, ocupando uma área de aproximadamente 844.453 Km². Estende-se por todo estado do Ceará e mais de metade da Bahia, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte; quase metade de Alagoas e Sergipe, além de pequenas porções em Minas Gerais e no Maranhão. O nome Caatinga significa mata branca em tupi-guarani, fazendo uma referência à vegetação desse bioma no período de seca, que perde suas folhas e fica com aspecto esbranquiçado. Nesse bioma vivem aproximadamente 28 milhões de habitantes. O clima é semiárido; e o solo, raso e pedregoso, é composto por vários tipos diferentes de rochas. O sistema de chuvas é complexo. Durante poucos meses caem chuvas irregulares e alguns anos são mais chuvosos alternados irregularmente com anos de secas. Além disso, serras e chapadas mais altas da Caatinga recebem maior quantidade de chuvas, que escoam dando origem aos rios e lagos da região, muitas vezes temporários. As áreas de planície estão sujeitas a um período de seca longo e severo. Os solos desse bioma possuem alta variabilidade, com maior ou menor capacidade de reter as chuvas. A quantidade de nutrientes é influenciada pelas mesmas características que influenciam a retenção de água. Os solos mais argilosos retêm mais água e nutrientes, já os de textura mais arenosa tem pouca capacidade de retenção. Fragmentos de rochas são frequentes na superfície, resultando em um solo com aspecto pedregoso. Apesar das condições severas, é possível encontrar uma diversidade de ambientes na Caatinga. A flora é uma resposta à variação na disponibilidade de água e nutrientes, formando um mosaico de diferentes tipos de vegetação adaptada ao tipo de solo e a disponibilidade de água. A maioria das espécies vegetais da Caatinga apresenta características xerófilas; espinhos, folhas pequenas e finas, com  raízes  tuberosas capazes  de captar água do subsolo, tendo aproximadamente 1.511 espécies vegetais já foram registradas nesse bioma, entre as quais aproximadamente 380 são endêmicas. As principais famílias de plantas são CactaceaeEuphorbiaceae, Bromeliaceae e Leguminosae. A fauna é bastante diversificada, sendo representada por muitas espécies de mamíferos, aves, répteis, anfíbios, peixes, dentre tantos outras espécies. Com características tão diversificadas o Bioma caatinga vem sendo ao longo dos anos explorado de forma inadequada, por essa razão só é evidenciado o longo período de seca. Todavia, explorado de forma sustentável é possível a convivência  com qualidade de vida, para tal citamos o Rio São Francisco , que em pleno sertão mostra um cenário para atividades econômicas diversas, também é cita-se o turismo ecológico Rural e os belos exemplos de agricultura familiar desenvolvida sobretudo nas cidades sertanejas que se adaptaram as diversidades da Caatinga. Em Pernambuco alguns programas estão sendo desenvolvido para convivência do semiárido, aqui citamos os desenvolvidos pela Semas, que  implanta cisterna e  atividades econômicas sustentáveis, como fogão ecológico, apicultura e outros além de  promover a valorização e a qualidade de vida das comunidades locais.

 

Leia Mais:Ecologia e Conservação da Caatinga: Marcelo Tabarelli & José Maria. Cardoso.


COLUNAS


OPINIÃO