Notícias da Web

EUDES PEREIRA

 

Maio de 2017

 

Debate

 

Tentaram transformar a oitiva de Lula num debate entre ele e o juiz Sérgio Moro. Houve, inclusive, um placar para apontar um vencedor. Cada vez mais tentam politizar um processo que deve ser estritamente jurídico. A questão é que o acusado não é qualquer um, mas simplesmente um ex-presidente da República que tenta voltar ao poder.

 

Dilma

 

A delação de Monica Moura, mulher e sócia do marqueteiro João Santana, que dirigiu as campanhas de Lula (reeleição) e Dilma (duas) colocou a ex-presidente no olho do furacão. De todas as delações, a de Monica parece ser a mais consistente, visto que ela afirma ter provas registradas em cartório.

 

Especulações

 

Estamos a mais de um ano das próximas eleições e as especulações já começam a surgir. Fala-se de tudo, inclusive de uma provável união entre o PSB e o PT para a presidência da República (se Lula for candidato) com desdobramentos no estado. Mas, como costuma dizer um velho amigo, tudo não passa de conjecturas.

 

Marca

 

José de Irmã Têca vem mostrando que quer deixar sua marca como prefeito de Itapissuma. Trabalhando num ritmo muito acelerado para quem iniciou uma gestão, ele vem dando conta do recado. Afinal, substituir Cal Volia, cuja gestão é considerada um divisor de águas na história da cidade, não é tarefa fácil.

 

Aécio já era!

As gravações do dono da JBS já produziu um cadáver político: Aécio Neves. A carreira política do “Menino do Rio” acabou. Será muito difícil ele ressuscitar depois desse baque.

 

Temer

A denúncia de dar um “cala boca” em Eduardo Cunha pode até não pegar, mas ouvir do empresário Joesley Batista que estava comprando dois juízes e um procurador e não tomar providências é crime de prevaricação, que pode levar a perda do mandato.

 

Eleição direta

Lula sem dúvida é o maior interessado numa eleição direta daqui a três meses. Apostando na liderança nas pesquisas, ele sonha com a presidência e em se livrar de Sérgio Moro. Marina (Rede) também poderia se dar bem. Numa eleição indireta, as chances do petista são mínimas, pois o Congresso é majoritariamente de direita, dominado por PMDB, PSDB, DEM e PP.


COLUNAS


OPINIÃO