Notícias da Web

ZÉ AMÉRICO

Maio de 2016

 

Dia das Mães

 

Maio é o mês dedicado às mães. Ocorreu-me que sou um homem duplamente feliz, pois, enquanto muitos têm apenas uma, eu tive duas. Uma biológica, chamada Hercina e outra de coração, que atendia pelo nome de Otília. Uma, por amor me deixou aos cuidados da outra, só por um tempo, enquanto as coisas melhoravam. Infelizmente minha mãe biológica faleceu enquanto eu ainda era criança e não pode cumprir a promessa de me pegar de volta. Contei ainda com as benesses e com os cuidados de Sá Biu e Sá Marica, duas almas caridosas que cuidavam da cozinha e da casa de minha mãe Otília. E assim fui criado por três mulheres. Nada mais justo do que agradecer ao céu e ao destino a minha tripla sorte.

 

Eclipse

Em maio de 1947 houve um grande eclipse do sol. Se hoje o fenômeno encanta e desperta a curiosidade de muita gente, naquela época a coisa tomava outro rumo. Minha mãe costumava dizer que o mundo ia acabar, por isso muita reza e novenas, para tal fato não acontecer. Na cozinha Sá Biu e Sá Marica, além das rezas e crendices evitavam falar do assunto na minha frente, o que aumentava ainda mais minha curiosidade de menino. Apenas minha irmã Orcina, moça estudada, sabia o que era o tal eclipse.

No dia do fenômeno a ansiedade foi tanta, que não dormi. Madruguei e como havia orientado Orcina, peguei escondido os óculos Ray Ban do meu irmão Olívio, uma bacia d’água e um pedaço de espelho quebrado, que deveria ser esfumaçado com uma vela, e só então poderia se olhar para o fenômeno. Por lá fiquei até a lua encobrir totalmente o sol. E o mundo não acabou!

 

Marcela

Em entrevista ao Fantástico domingo, 14, o presidente interino Michel Temer, confirmou caso a presidente Dilma não retorne ao cargo após o seu afastamento, a esposa Marcela e o filho Michelzinho passarão a morar em Brasília. Fãs dela guardam ansiosos. 


COLUNAS


OPINIÃO