Notícias da Web

NOSSO PLANETA - GENILSE GONÇALVES

DEZEMBRO - 2015

 

Natal Sustentável

 

A celebração do Natal de Jesus foi instituída oficialmente pelo Papa Libério, no ano 354 d.C,(depois de Cristo). Como não havia uma concordância exata para o dia do nascimento de Jesus, por conta dos calendários romanos e de outras culturas na época, essa data começou a ser unificada entre os cristãos da Igreja Católica Apostólica Romana e adotada ao longo do tempo por outros grupos socais.

Com o passar dos anos, as festividades, que iniciaram com trocas de presentes como partilha, sendo para muito de nós Jesus o presente valioso enviado por Deus. Todavia, como o passar dos tempos, os presentes passaram a ter mais valia do que o aniversariante. As cidades, as casas, os estabelecimentos em geral se enfeitam e muitas vezes o aniversariante fica de fora. É um período em que o comércio fatura muito e o índice de desemprego diminui, pois há os empregos temporários.

No entanto é preocupante o que se gasta com decoração e os resíduos que tudo isso resulta. Se bem que nos dias atuais a preocupação com a sustentabilidade vem aumentando, com decoração com material reciclável, o reaproveitamento de materiais de anos anteriores, há também uma crescente preocupação , com as iluminações natalinas , com lâmpadas mais econômicas ou mesmo diminuindo a quantidade de luzes e o tempo de exposição e desligamento. Outro aspecto positivo é também o aumento da sensibilização para o verdadeiro sentido do Natal, com as várias campanhas solidárias em que se mostra o amor ao próximo que foi inclusive a mensagem pregada por Jesus. É também visível a sensibilidade de perdão aflorada nas pessoas o que muitas vezes para alguns soam como falsidade, mas quem sabe naquele momento em que a pessoa cumprimentou, sorriu ou fez um gesto a alguém que não falava a tempos não é verdadeira, mesmo que talvez não dure muito tempo, mas também é válido afinal estamos todos em constante crescimento  e evolução.


COLUNAS


OPINIÃO