Notícias da Web

Nosso Planeta - Genilse Gonçalves

Bioquerosene - um combustível sustentável

 

  Em uma sociedade  cada vez mais exigente e consciente pela qualidade devida no planeta Terra , discute-se formas sustentáveis  de  combustíveis nos meios de  transportes. O   bioquerosene,  produzido  a  partir  da  cana-de-açúcar, segundo a certificadora internacional de padrões industriais ASTM, já pode ser adicionado na proporção de até 10% ao querosene de aviação de origem fóssil. A resolução favorece a indústria aeronáutica mundial, que agora poderá contar com os benefícios proporcionados pelo uso do combustível limpo para reduzir o impacto ambiental das viagens aéreas.  O primeiro teste com bioquerosene foi realizado em junho de 2012, em voo entre os aeroportos de Viracopos, em Campinas  (SP),  e  Santos  Dumont  no  Rio  de  Janeiro,  cidade sede  da Conferência  das  Nações  Unidas  sobre  Desenvolvimento  Sustentável (Rio+20). Os aviões  abastecidos por querosene fóssil soltam na atmosfera mais de 700 milhões de tonelada por ano , representando assim 2% do total de gases  do efeito estufa. Em Pernambuco, a    Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado (SEMAS), com   articulação  com outros órgãos do governo e entidades, estimula a criação  uma plataforma de produção de bioquerosene. A idéia é tornar viável a instalação de uma base de produção de bioquerosene  para  fornecimento  regular  às  empresas  aéreas  na  rota  de Pernambuco. Assim sendo, o primeiro voo no nosso estado acontecerá no dia 5 de junho com saída de Recife em direção a Fernando de Noronha.

A produção de bioquerosene de aviação em Pernambuco também faz parte do programa Noronha Carbono Neutro, coordenado pela secretaria, que pretende neutralizar as emissões de gases causadores do efeito estufa. “O programa pretende tornar o arquipélago de Fernando de Noronha num modelo de gestão ambiental  para o mundo com a adoção desse combustível pelas empresas áreas que operam na ilha”, explica  o  secretário  de  Meio  Ambiente  e Sustentabilidade de Sérgio Xavier.


COLUNAS


OPINIÃO