Notícias da Web

NOSSO PLANETA - Genilse Gonçalves

O descarte dos resíduos

A população do Brasil aumentou 9,65% nos últimos dez anos ,no  mesmo período, o volume de lixo cresceu mais do que o dobro disso, 21%. É mais consumo, gerando mais lixo, que nem sempre vai para a destinação correta - o Aterro Sanitário.  Além disso, nem tudo que é descartado, realmente é lixo, muitos poderiam e deveriam ser reaproveitado, reciclado,ou ser transformado em objetos de artes ou mesmo adubo natural, como é o caso dos resíduos orgânicos-lixo molhado. Porém é preciso uma tomada de decisão imediata por todos; o cidadão de separar aquilo que realmente não é mais útil e colocar nos dias da coleta no seu bairro e do poder público, informar os dias da coleta e destinar ao aterro sanitário. E as instituições de educação seja formal, ou social de promover a educação ambiental de forma efetiva, onde todos são responsáveis pela destinação correta dos resíduos. A Lei nº 12.305/10, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS)  exige uma participação de todos, cada um no seu papel. Os resíduos mal acomodados, ou espalhados no solo, levam ao empobrecimento deste, bem como a contaminação dos lençóis freáticos diminuindo a oferta e a qualidade de água potável, aumentando os casos de doenças, como hepatite e verminoses. Portanto todos podemos colaborar, desde o descarte até a destinação dos resíduos gerados por nossas atividades, se informando sobre os dias da coleta, separando para o catador da comunidade ou mesmo repensando no uso dos materiais descartáveis. Afinal queremos viver num planeta ambientalmente conservado e com justiça social.

Mais informações: Curta a página da Agenda 21 Igarassu no face e o  blog:


agenda21deigarassu.blogspot.com


COLUNAS


OPINIÃO